20 de mai de 2012

Às vezes me sinto exatamente como uma bolha de sabão:

 transparente, frágil e à um toque de explodir.